Notícias

PM apreende drogas e detém suspeitos em Gurupi e Silvanópolis

10/11/2017 - Mariele França/Governo do Tocantins

Na tarde de quinta-feira, 09, a Polícia Militar, fez apreensão de drogas em dois municípios. Em Gurupi, um casal foi detido após suspeitas de comercializarem entorpecentes dentro de um bar. Já em Silvanópolis, dois irmãos foram detidos. Um deles foi encontrado com uma trouxa de maconha dentro do automóvel.

Gurupi

Os policiais militares do 4º Batalhão faziam patrulhamento pelo Setor Jardim dos Buritis quando avistaram uma usuária comprando drogas em frente a um bar. A compradora tentou fugir da PM, mas não conseguiu, sendo em seguida abordada. Ela estava com uma pequena porção de maconha.

Em frente ao ponto comercial o autor, 19 anos, também foi abordado e mais um usuário foi encontrado com pouca quantidade de maconha. Nas buscas pelo interior do bar, houve a participação da Força Tática com cães, sendo encontrada algumas porções de maconha e crack, sacos para embalar a droga, uma balança de precisão e R$ 1.008,35.

A esposa do autor, 18 anos, também é suspeita de envolvimento no tráfico de entorpecentes, dentro da bolsa dela havia porções de maconha, crack e uma quantia de R$ 417.

O casal foi encaminhado à delegacia juntamente com todo o material apreendido para as providências cabíveis.

Silvanópolis

Através de uma denúncia anônima, os policiais militares do 5º Batalhão foram informados que um indivíduo estava traficando drogas em um VW/Gol, de cor preta. Durante as buscas na cidade pelo suspeito, 20 anos, ele foi encontrado em uma motocicleta que estava com o lacre rompido.

Durante a abordagem as drogas não foram localizadas, porém o indivíduo declarou que o veículo denunciado estava com o irmão dele. Ao localizar o segundo envolvido, 21 anos, tentou resistir às buscas com socos e chutes contra a equipe da PM, mas foi contido. Dentro do veículo havia uma trouxa de maconha.

Diante dos fatos, os irmãos e a droga foram conduzidos à delegacia em Porto Nacional. A motocicleta foi encaminhada ao pátio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) por estar com o lacre rompido.

Compartilhe esta notícia