Notícias

Operação conjunta da PM, PRF e PC impede roubo de caminhões e um prende homem em Gurupi

13/03/2019 - Polícia Militar / Governo do Tocantins

Na manhã dessa terça-feira, 12, em Gurupi, A Polícia Militar, através do 4º Batalhão, com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Civil (PC) impediram que dois caminhões com carga de alumínio reciclável fossem roubados por uma quadrilha. Durante a ação, os dois motoristas que transportavam a carga com destino ao Estado de São Paulo foram localizados e um homem foi preso.

Os caminhões trafegavam na BR 153, entre os municípios de Crixás e Aliança quando foram interceptadas por oito criminosos que estavam em dois automóveis, sendo um Mobi/Fiat e um Onix/Chevrolet. Durante a abordagem os indivíduos utilizaram de um dispositivo luminoso no teto do veículo, semelhante ao utilizado pela PM, para confundir os caminhoneiros.

Os assaltantes armados, obrigaram os condutores a descerem do caminhão e entrarem no Ônix com mais quatro homens, enquanto isso, dois comparsas assumiram a direção dos veículos que estavam com a carga. Todos os veículos seguiram em comboio rumo a Gurupi.

A Polícia Militar foi acionada, possivelmente por algum motorista que passava pela BR 153 no momento do crime. Diante da denúncia uma equipe da PM localizou os veículos ainda em Aliança e iniciou o acompanhamento tático. Neste momento, parte da quadrilha que estava no veículo com os reféns, ao perceber a aproximação da viatura optou em entrar numa estrada vicinal, minutos depois o condutor perdeu controle do veículo e todos fugiram a pé, após abandonar o carro e as vítimas.

Quanto aos demais veículos que continuaram na rodovia federal, a Polícia Militar em conjunto com as outras forças de segurança fizeram um bloqueio aproximadamente a 10 km de Gurupi. Ao avistarem as polícias os envolvidos largaram os caminhões. Uma pessoa foi presa e três suspeitos evadiram, sendo dois no Mobi e um a pé.

As vítimas e o membro da quadrilha foram encaminhados à Central de Flagrantes em Gurupi. Com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) as diligências continuam no intuito de localizar os demais envolvidos na tentativa de roubo.