Serviços sociais

Escolinha de Futebol da Polícia Militar utiliza o esporte como ferramenta de educação

A Escolinha de Futebol Teotônio Segurado é um projeto que utiliza o esporte como ferramenta para a educação, desenvolvido dentro do 1º do Batalhão da Polícia Militar e atende uma média de 400 alunos entre 6 e 17 anos de idade.

­As aulas, totalmente gratuitas, acontecem no campo de futebol gramado que fica na sede do 1º Batalhão da PM, (303 Sul) e na quadra 906 Sul, onde são desenvolvidas atividades com alunos, voltadas ao futsal. A estrutura da escolinha comporta até 600 alunos matriculados.

As aulas são ministradas por sete policiais militares que se preocupam em transmitir aos alunos, além da prática inerente ao esporte, valores e disciplina destacando a importância da dedicação aos estudos e o respeito aos familiares. O projeto é referência no Estado do Tocantins e já revelou vários alunos a clubes nacionais.

Para o 3º sargento da Polícia Militar e professor no projeto, Uilson Domingos, a escolinha é muito importante para a educação dos alunos, pois acredita que através do esporte e dos ideais repassados, as crianças e adolescentes têm a oportunidade de trilhar um caminho mais seguro na vida.

“Prezando pelo ideal de desenvolver pessoas, o objetivo da escolinha é tirar os alunos dos locais vulneráveis e aproveitar o tempo ocioso com a prática do esporte dentro do quartel, e apesar de não ser nosso objetivo principal, ficamos imensamente felizes quando um aluno se envolve com a prática e se destaca no esporte.” Disse o professor.

Foi o que aconteceu com o José Guilherme Marques, amante do esporte, que iniciou na escolinha em 2008 e a partir daí teve as primeiras oportunidades no meio do futebol. “A escolinha foi o local que me ajudou muito no desenvolvimento esportivo e pessoal e alimentou, ainda mais, o meu sonho de ser um jogador profissional. Lá eu aprendi sobre disciplina, companheirismo, competitividade, cooperativismo e determinação e a partir daí fiz testes no Bahia-BA, Grêmio-RS, Goiás-GO, Vila Nova-GO, joguei três anos nas categorias de base do Ceará Sporting Club, passei pelo Brasília-DF, joguei duas Copas São Paulo de Futebol Júnior, uma pelo Cacerense-MT e outra pelo Palmas-TO. Depois disso resolvi seguir para os estudos e me tornei professor.”

“É uma iniciativa de grande relevância social da Polícia Militar do Tocantins que já se tornou referência no Estado e tem contribuído de forma significativa na formação do indivíduo, proporcionando convivência social sadia, construção de valores além de promover saúde e cidadania” Destacou o 3º sargento da PM e coordenador do projeto, Richard Cleber Sanches Martins.

Associação Desportiva Teotônio Segurado

A Escolinha de Futebol da PM iniciou suas atividades em 28 de fevereiro de 2005, partindo da ideia de atender apenas os filhos dos policiais militares. No entanto, a demanda cresceu e em 2006 os organizadores viram a necessidade de ampliar o projeto e abriram vagas a toda comunidade de Palmas e cidades circunvizinhas.

Por Andressa Santos