Serviços sociais

Polícia Militar desenvolve projeto de inclusão social através do esporte na região sul de Palmas

A Polícia Militar, por meio do 6º Batalhão em parceria com a Polícia Comunitária desenvolve um projeto que propõe inclusão social, através do esporte, a uma média de 490 crianças e adolescentes, moradoras da região sul de Palmas, em situação de vulnerabilidade social. É a Escolinha Comunitária do 6º BPM que oferta, de forma gratuita, modalidades como o atletismo, futebol, futsal, jiu-jitsu, música e karatê. O projeto é realizado pelos policiais militares em parceria com a comunidade.

Uma das modalidades oferecidas às crianças e adolescentes do distrito de Taquaruçu, desde 2015, é o futsal. Cerca de 250 alunos são acompanhados pelo sargento da Polícia Militar e treinador, Francisco Sérgio Rodrigues Araújo. Para o treinador, projetos sociais como esse, representam o futuro do Tocantins e do Brasil. “Sou muito grato por fazer parte dessa ação social e poder ajudar a tirar várias crianças e adolescentes de situações ligadas a drogas e álcool e proporcionar disciplina através do esporte. Hoje temos ex-alunos em cursos superiores como Medicina e Educação Física”.

Os treinos de Futsal acontecem no Ginásio Poliesportivo de Taquaruçu e hoje contam com a ajuda de um voluntário que se destacou dentro do projeto. Anael Cruz dos Santos Araújo é ex-aluno e o mais novo técnico de futsal do Tocantins. “Fui o primeiro aluno da escolinha de futsal, aos 12 anos, e no mesmo ano já era atleta da categoria sub 15 e auxiliar das demais categorias, ajudando na parte técnica das equipes. Com 16 anos comecei a minha vida nas quadras tocantinenses e no projeto de base do 6°BPM e fui vice-campeão estadual sub 13 de futsal. Com 18 anos me tornei o mais novo técnico de futsal do Estado. Foi uma trajetória que começou na Escolinha Comunitária e me orgulho muito de fazer parte desse projeto, hoje como voluntário”, Disse Anael.

O jiu-jitsu é outra modalidade do projeto que tem o intuito de despertar nas 50 crianças e adolescentes atendidos no bairro Morada do Sol II, valores como disciplina, respeito, cooperação e perseverança a fim de formar cidadãos com uma nova perspectiva de vida longe das drogas e criminalidade.

O Projeto nasceu em 2015 com o sonho de mudar a realidade da comunidade em que o 6º BPM esta inserida, ampliando dessa maneira o trabalho da Polícia Comunitária do Batalhão e dando a oportunidade para que crianças e adolescentes, em situação de risco, pudessem ter acesso a esta modalidade de defesa pessoal.

As aulas de Jiu-Jitsu acontecem na base de integração social do bairro e os treinos ficam por conta do policial militar, faixa preta de jiu-jitsu, sargento Evaldo Souza Da Silva que há vinte anos pratica o esporte. Para o professor, o jiu-jitsu tem a capacidade de mudar a perspectiva de vida dos praticantes. “Eu fico muito feliz em ver meus alunos mudando de vida por causa do esporte e acredito que esse trabalho é fundamental para o desenvolvimento dessas crianças e adolescentes que são o futuro do nosso país.”

Eduardo Araújo de 15 anos pratica a modalidade na escolinha comunitária há três anos e conta que o esporte o ajudou tanto na escola quanto na vida. “Na escolinha a gente aprende a respeitar e a ser mais tolerante com as outras pessoas, além de ficar longe das situações que podem nos tirar do caminho seguro na vida.”

Modalidades oferecidas pelo projeto:

1 - Atletismo: O projeto atende a crianças e adolescentes, moradores da região Sul de Palmas, em situação de vulnerabilidade social, com treinos realizados de segunda a sexta-feira, das 06h às 07h e das 16h30 às 19h15.

Local: ETI Euridice Ferreira de Melo - Jardim Aureny I, Palmas TO.

Público atendido: 120 alunos.

 

2 - Futebol: O projeto atende a crianças e adolescentes, moradores do setor Bertaville, Jardim Aureny II, Irma Dulce, União Sul, Aureny IV, e outros, em situação de vulnerabilidade social, com treinos realizados de segunda a sexta-feira, das 17h às 21h; e aos sábados das 07h às 10h.

Local: Setor Bertaville - Palmas TO.

Público atendido 102 alunos.

 

3 - Futsal: O projeto atende a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, com treinos realizados de segunda a sexta-feira, das 15h às 19h.

Local: Taquaruçu - Palmas - TO.

Público atendido: 102 alunos.

 

4 - Jiu-jitsu: O projeto atende a crianças e adolescentes, moradores do setor Morada do Sol II, e setores circunvizinhos, em situação de vulnerabilidade social, com treinos realizados de segunda a sexta-feira, das 08h às 11h, e das 17h às 20h.

Local: Base Comunitária do Setor Morada do Sol II - Palmas - TO.

Público atendido: 50 alunos.

 

5 - Música e arte: O projeto atende a crianças e adolescentes, moradores do Lago Sul, Aureny III e Taquari, em situação de vulnerabilidade social, com treinos realizados nas segundas-feiras, quartas-feiras, quintas-feiras e sábados, das 08h às 09h30 e das 14h às 16h.

Local: Base Comunitária do setor Lago Sul, Escola Maria Julia, Colégio Santa Fé, CRAS do setor Santa Bárbara, Palmas TO.

Público atendido: 36 alunos.

 

6 – Karatê: O projeto atende a crianças e adolescentes, moradores de Lagoa do Tocantins em situação de vulnerabilidade social, com treinos realizados nas segundas terças e quartas-feiras, das 08h às 10h10, e das 14h às 18h.

Local: Lagoa do Tocantins - TO

Público atendido: 80 alunos.

 

 

Por: Andressa Santos